sábado, 29 de janeiro de 2011

Como superar as crises da juventude.


Entramos em um novo século, e com certeza você já percebeu que mudanças tem sido o tema, que mais tem influenciado a sociedade dos dias hodiernos.A mensagem secular que varre os canais de comunicação, é gritante, em apologia ao novo e o diferente. Ser diferente é moda é fashion, e todos devem aderir. Porém ser “diferente do diferente” é vergonhoso e indesejado. E se opor a essas mudanças é cafona e brega, é ser bitolado e controlado por idéias arcaicas, conservadoras e escravizadoras do século passado.

Com essa mensagem inovadora, diferente e progressista, o pensamento secular tem empurrado a juventude cristã contra a parede, e despertado um sentimento de indignação e revolta, passando para uma forte sede de transformismos de fé e conduta.O objetivo é sem duvida diabólico e satânico,e sua meta no mínio é depravar o sagrado que neles haviam.
E Daniel propôs em seu coração não se contaminar com o manjar do rei......
Ao que parece, alguns não participam da festa, mas comem as migalhas que o diabo oferece. A podridão é lança para suas vidas, através de todo canal de comunicação social patrocinado pelas trevas, com o intuito de iludir e denegrir a imagem de Deus no Homem.
Revesti-vos de toda armadura de Deus.....
A mocidade, Antenada da era da internet, munida com seus apetrechos pós modernos, freqüentadora de cadeiras de salas universitárias, tem se mostrado vulnerável aos ardis do inimigo, nesta luta discreta de ideais e regras de vida. O que temos visto em nossas igrejas é que um grupo cada vez maior de jovens se desequilibram em suas convicções ao terem que debater temas das suas mais sinceras profissões de Fé. Caídos diante do gigante que as amedrontam, dizem respeitar a fé alheia, e não vêem que somos desrespeitados no tocante as nossas convicções e regras de vida, por aqueles que não partilham conosco da mesma.Em plena democracia pós-moderna grande parcela da juventude cristã é altamente descriminada e perseguida por declararem sua fé e suas convicções em publico.Prova disso foi o que aconteceu ao jogador de Futebol KaKá quando declarou a imprensa ser virgem e estar esperando para o matrimonio sua pureza sexual. Jovens de todos os lados sofrem o bullying, na escola e transtornados, aos poucos se intimidam e lamentavelmente vão se sentindo como o patinho feio, isso acompanha, no trabalho e na sociedade em geral, o motivo é simplesmente ter escolhido planos de vidas totalmente enquadrados na palavra de Deus.
Com o Passar dos anos algumas válvulas de escape, começaram a surgir e o que deveria ser tudo diferente passa a se tornar tudo igual. Antes encontrávamos católicos não praticantes, e agora temos a nossa própria clase de evangélicos não praticantes também. Quando não, nos momentos singulares de comportamento evangelístico, nas cruzadas (Ups,!!! já estava esquecendo nos Shows), o que deveria fazer a total diferença torna-se igual aos palcos difamados, que todos os levianos já estão carecas de ver, saber, e participar.
Bem o desafio proposto é com certeza a trila menos percorrida, que apenas os bravos se dispõem a trilhar. Para tal será necessário romper a multidão e se opor, a tudo e todos os aspectos de regras que os distanciem do verdadeiro Deus. No peito uma certeza e satisfação plena aos que serve de corpo e alma aquele que o chamou das travas, para a sua maravilhosa Luz.


O poeta Robert Frost escreveu um poema que melhor exemplifica esse momento de crise, que muitos dos nossos jovens estão vivendo.
Original - (the Road not taken)
A Estrada não percorrida.
Duas estradas divergiam numa árvore amarela
E me ressenti não poder ambas percorrer
Sendo um só viajante, por muito me detive
E observei uma até quão longe pude
Só para observar que na relva desaparecia
Então segui pela outra, tão boa quanto,
E talvez por ter melhor reclame
Mais ramos possuía e talvez por ansiar uso
embora, quanto a isso, o caminhar, no fim,
as tivesse marcado por igual.
E, naquela manhã, em ambas igualmente jaziam
Folhas que passo algum pisara.
Ó deixei a primeira para outro dia!
E sabendo que um caminho leva a outro caminho
Duvidei se algum dia eu voltaria.
Isto eu hei de contar mais tarde, num suspiro
Em algum ponto, eras e eras ainda nesta existência,
Duas estradas bifurcavam numa árvore,
Eu trilhei a menos percorrida,
E isto fez toda a diferença.


Desperte sua Fé, e desfrute das bençãos de Deus.


Graça e Paz.


Pr. Edney Bergsten Gonçalves

Adicionar esta notícia no Linkk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RADIO LUZ & VIDA

Uploaded with Avramovic Web Solutions ImageShack Hotspot